13 Julho 2017

Conferência em Jerusalém com o tema “Perdão”.

Realizou-se em Jerusalém uma conferência sobre o tema do perdão. Dois dias intensos de encontros e testemunhos para refletir sobre o valor desta palavra.

Atualidade e Eventos

Loading the player...
Embed Code  

Solicite Vídeo de Alta Qualidade
Copy the code below and paste it into your blog or website.
<iframe width="640" height="360" src="https://cmc-terrasanta.com/embed/conferencia-em-jerusalem-com-o-tema-perdao-13371"></iframe>
Solicite Vídeo de Alta Qualidade
Por favor, envie um email para :
info@cmc-terrasanta.org

Assunto: Pedido de Vídeo de Alta Qualidade

Mensagem:
Arquivo Pessoal / promoção CMC / TV Broadcasting

http://cmc-terrasanta.com/pt/video/atualidade-e-eventos-1/conferencia-em-jerusalem-com-o-tema-perdao-13371.html

Nenhuma parte deste vídeo podem ser editadas ou disseminada sem um acordo com antecedência com o Christian Media Center acordarem os termos e condições de publicação e distribuição.
“Erguer-se para além da tempestade”.(Rising above the storm clouds). Com este slogan tiveram início dois dias de encontros sobre o tema do perdão, no cenário encantador do Notre Dame center de Jerusalém. Expoentes das religiões abraâmicas, mas também muitos outros participantes se reuniram no Auditório para compreender melhor, através de relatórios e depoimentos, o significado da palavra perdão e da importância da educação ao perdão nos jovens.

PETA PELLACH
Instituto inter-religioso elijah - Jerusalém
Vermos líderes religiosos do mundo inteiro, ouvir as palavras do Rabino Jonathan Sacks, que falou em um vídeo, e a presença do cardeal Tagle ... nos fez pensar que o perdão seja realmente possível. Sua humildade nos faz reconhecer que temos o poder de mudar nosso modo de pensar.

S. Em. Card. LUIS ANTONIO TAGLE
Arcebispo de Manila, Filipinas
Creio que esta conferência vai dar uma grande contribuição não apenas à Terra Santa, mas ao mundo inteiro.

Um mundo muito ferido, onde parece que machucar-se um com o outro tenha se tornado um passatempo.

Que sejam indivíduos ou comunidades, famílias, até mesmo nações.

Se não redescobrirmos o poder do perdão, não haverá paz.

O perdão entra assim a fazer parte de uma nova educação à consciência e à felicidade. Um passo necessário na educação de todos os indivíduos, desde pequenos, e sobretudo na formação dos novos líderes.

Dr. ROBERT ENRIGHT
Professor Universidade Wisconsin - Madison / EUA
Educar ao perdão providencia as crianças com uma base para lidarem com as injustiças da sua vida. Quando elas crescerem, se não tiverem conhecido o perdão na sua vida, procurarão um modo de soltar sua raiva, seu ressentimento e seu ódio. Nós ajudamos portanto as crianças a aprender a se conformarem com o mundo.

S.E. Dom WILLIAM SHOMALI
Vigário Patriarcal para a Jordânia
É realmente preciso educarmos os jovens ao perdão, caso contrário vamos somente perder tempo. Quando esses jovens se tornarem adultos, levarão adiante esses valores. Fiz o exemplo de João Paulo II, quando ele foi visitar na prisão o homem que atentou contra sua vida para lhe dizer que “não esquece, mas perdoa”.

O próprio Card. Tagle destacou durante sua intervenção a importância de “sermos testemunhas do perdão”, aprendendo da própria experiência de Jesus “Pai, perdoa-lhes, pois não sabem o que fazem”. (Lc 23,34) Começando precisamente por Jerusalém.

Dr. MAHMOUD AL HABBASH
Ministro Palestino para as relações religiosas
A conferência é um passo muito positivo, e toda conferência que reúne pessoas diferentes para participarem de um diálogo, concordando elas ou não, é de qualquer forma um passo importante. Não é preciso concordarmos todos, mas pelo menos termos um diálogo que vise a um objetivo comum.

Dr. ROBERT ENRIGHT
Professor Università Winsconsin - Madison / EUA
Jerusalém transforma os corações e por isso estamos aqui. Conseguir transformar os corações (…) demonstra que podemos realmente perdoar apesar de nosso coração estar rasgado. Conseguiremos assim abrir nosso coração e estender aos outros o amor, que por sua vez pode fazer com que eles se sintam melhores. Portanto o perdão é um passo, pequeno, mas é um passo no processo de paz…