19 Julho 2017

“Harmonia entre os povos”, danças e cultura em Belém

A conclusão do acampamento de verão na Fundação João Paulo II de Belém e a entrega dos diplomas de conhecimento da língua italiana a 21 jovens palestinos.

Atualidade e Eventos

Loading the player...
Embed Code  

Solicite Vídeo de Alta Qualidade
Copy the code below and paste it into your blog or website.
<iframe width="640" height="360" src="https://www.cmc-terrasanta.org/embed/harmonia-entre-os-povos-dancas-e-cultura-em-belem-13407"></iframe>
Solicite Vídeo de Alta Qualidade
Por favor, envie um email para :
info@cmc-terrasanta.org

Assunto: Pedido de Vídeo de Alta Qualidade

Mensagem:
Arquivo Pessoal / promoção CMC / TV Broadcasting

http://cmc-terrasanta.com/pt/video/atualidade-e-eventos-1/harmonia-entre-os-povos-dancas-e-cultura-em-belem-13407.html

Nenhuma parte deste vídeo podem ser editadas ou disseminada sem um acordo com antecedência com o Christian Media Center acordarem os termos e condições de publicação e distribuição.
Concluiu-se na segunda-feira, 7 de julho, com um espetáculo de dança, o terceiro acampamento de verão para jovens palestinos com nome “Harmonia entre os povos”. Organizado na Fundação João Paulo II de Belém pela Academy Children Without Borders, o projeto foi realizado graças ao apoio do Consulado italiano e da Universidade italiana de Perugia.

Os jovens palestinos que se apresentaram, com idades e proveniências diferentes, participaram de um curso intensivo de duas semanas de dança e teatro. Durante o espetáculo, revezaram-se assim danças, atuações e apresentações artísticas.

Pe. IBRAHIM FALTAS, OFM
Presidente Fundação João Paulo II
“Esta é a terceira edição do acampamento “Harmonia entre os povos”. Vieram 16 pessoas de Montecatini, na Toscana [Itália], para formar nossos jovens, que puderam encenar belas apresentações. Esses jovens têm grande potencial, mas precisam de alguém que cuide deles.”

ANTONELLA LOMBARDO
Presidente Associação Cultural “Dance Lab Armonia”
“Estes jovens que começam a estudar dança e música, entendem que a arte pode fornecer para eles uma linguagem superior para se comunicarem com todo mundo, apesar das diferenças religiosas, políticas e culturais, para criarem para si uma vida completamente diferente”.

A noite foi também oportunidade de entrega dos diplomas de conhecimento da língua italiana aos 21 alunos que frequentaram o curso na Fundação João Paulo II e que puderam dar um aperto de mão a várias autoridades civis e religiosas, entre as quais o Custódia da Terra Santa, Francesco Patton, o cônsul geral da Itália em Jerusalém, Fabio Sokolowicz e o recém-eleito prefeito de Belém Anton Salman.

NATALIE SHAHIN
Estudante
“O curso é muito bom e formativo, porque estudamos cinco dias por semana. Eu, assim como os outros, tiramos grande proveito”.

FABIO SOKOLOWICZ
Cônsul Geral da Itália em Jerusalém
“Estou feliz por estar aqui, pois estamos festejando também a colaboração em andamento entre a Itália e a Palestina (…) Também premiamos alguns estudantes palestinos que têm a oportunidade de estudar em Perugia, uma universidade italiana muito boa e conceituada, para poderem depois voltar à Palestina”.