14 Dezembro 2017

Virgem de Guadalupe é celebrada na Terra Santa

No dia 12 de dezembro de 2017, religiosos e leigos latinos, festejaram o Dia de Nossa Senhora de Guadalupe na Terra Santa. Uma noite especial com a celebração da Missa, procissão com velas e música típica.

Os cristãos na Terra Santa

Loading the player...
Embed Code  

Solicite Vídeo de Alta Qualidade
Copy the code below and paste it into your blog or website.
<iframe width="640" height="360" src="https://www.cmc-terrasanta.org/embed/13983"></iframe>
Solicite Vídeo de Alta Qualidade
Por favor, envie um email para :
info@cmc-terrasanta.org

Assunto: Pedido de Vídeo de Alta Qualidade

Mensagem:
Arquivo Pessoal / promoção CMC / TV Broadcasting

http://cmc-terrasanta.com/pt/video/os-cristaos-na-terra-santa-2/13983.html

Nenhuma parte deste vídeo podem ser editadas ou disseminada sem um acordo com antecedência com o Christian Media Center acordarem os termos e condições de publicação e distribuição.
Fiéis latinos que vivem na Terra Santa se reuniram para celebrar a Festa de Nossa Senhora de Guadalupe. Uma noite de celebração com a Santa Missa, procissão com velas e a música típica de quem traz a “morenita” no coração.

A homilia foi realizada pelo mexicano Diácono Jorge Barba, que recordou a iniciativa de São João Paulo II para que a canonização de Juan Diego acontecesse no México em 2002. O papa desejava ver a imagem da Virgem de Guadalupe, aquela mesma contemplada pelo índio simples e humilde no ano de 1531. Evento marcante do começo da evangelização a partir dos ensinamentos trazidos pela Virgem de Guadalupe.


Diác. JORGE BARBA BARBA
Custódia da Terra Santa
“A mensagem principal de Nossa Senhora é voltarmos os nossos olhos ao Seu Filho Jesus. Ela dá a luz ao menino, mas sobretudo no coração de cada um de nós. E, assim, neste tempo de Advento, em sintonia com o Natal, possamos gerar Jesus em nosso coração”.


Memórias também de outros mexicanos que festejam a Virgem de Tepeyac. Reconhecem que aqui as celebrações não são da mesma forma como no México, contudo ressaltam a união de todos neste dia especial. Mesmo de longe, cultivam a devoção àquela que protege e está sempre perto de seus filhos.


Fr. JOSÉ MANOEL ÁVILA, ofm
Custódia da Terra Santa
“No México, vivemos de uma maneira muito particular. Uma maneira muito festiva, dançamos, cantamos e compartilhamos tantas coisas. Aqui, vivemos de uma maneira diversa já que estamos em outra realidade e cultura, mas nos encontramos como filhos da mesma mãe”.


MARIBEL TADEO RUIZ
Mexicana
“Assim como eu tenho minha mãe da terra, tenho também a do céu que está sempre comigo. Recorro a ela em toda a minha vida cotidiana, para os meus estudos, meu trabalho e, geralmente, nunca me sinto só porque sei que a tenho”.