08 Agosto 2017

Pequenas jóias com folhas de oliveira

No seu pequeno laboratório de casa, a artista Nadia Abu Ghattas de Beit Jala produz jóias de prata com folhas de oliveira como expressão da identidade palestina.

Os cristãos na Terra Santa

Loading the player...
Embed Code  

Solicite Vídeo de Alta Qualidade
Copy the code below and paste it into your blog or website.
<iframe width="640" height="360" src="https://www.cmc-terrasanta.org/embed/pequenas-joias-com-folhas-de-oliveira-13503"></iframe>
Solicite Vídeo de Alta Qualidade
Por favor, envie um email para :
info@cmc-terrasanta.org

Assunto: Pedido de Vídeo de Alta Qualidade

Mensagem:
Arquivo Pessoal / promoção CMC / TV Broadcasting

http://cmc-terrasanta.com/pt/video/os-cristaos-na-terra-santa-2/pequenas-joias-com-folhas-de-oliveira-13503.html

Nenhuma parte deste vídeo podem ser editadas ou disseminada sem um acordo com antecedência com o Christian Media Center acordarem os termos e condições de publicação e distribuição.
Nadia Abu Ghattas é uma artista palestina de Beit Jala, que vem de uma família há gerações envolvida como o artesanato. Ela escolheu as folhas de oliveira para criar as suas jóias de prata no seu laboratório, montado entre as paredes de sua casa.

NADIA ABU GHATTAS
Artista de Beit Jala
Eu me especializei nas folhas de oliveiras porque, antes de tudo, considero uma árvore abençoada, generosa e bela. Está sempre verde e também tem a capacidade de viver por milhares de anos. Queria, por isso, criar algo típico do nosso patrimônio palestino.

Uma atividade que requer longas horas de trabalho árduo e de alta precisão no processo de seleção e projeção. Graças ao seu gosto e às suas habilidades, adquiridas através de uma longa experiência neste campo, a partir da escolha da folhagem, através de todo o processo de produção até a fase de embalagem e comercialização, Nadia consegue criar pequenas jóias.

NADIA ABU GHATTAS
Artista de Beit Jala
Depois de selecionar as folhas, penduro-as em uma aste de cera e as cubro de gesso. Depois disso, coloco tudo no forno, para queimar tudo o que elas têm de natural dentro delas. Eu queimo tudo a 750 graus por 12 horas. No dia seguinte, eu dissolvo a prata e as cubro.

O desejo de comercializar produtos que refletem a identidade palestina. Foi o que levou Nadia a escolher como símbolo importante, para criar as suas jóias, a oliveira, esperando um dia exportar seus artefatos.

NADIA ABU GHATTAS
Artista de Beit Jala
Meu sonho é que minhas jóias, sinais de paz, possam ser encontradas em todo o mundo, para que todos saibam o quanto sofremos na Palestina e demostrar que, apesar de todas as pressões psicológicas em que vivemos, ainda somos criativos.